quarta-feira, 22 de maio de 2019

ANAJÁS: MUNICIPIO FICARÁ SEM REFORÇO DE VERBAS PARA A ATENÇÃO EM SAÚDE


O município de Anajás está entre os quatorze e municípios do Pará que não vão receber o reforço mensal de R$ 3 milhões a ser repassado a todo o Estado pelo Ministério da Saúde para qualificar e fortalecer os serviços oferecidos na atenção primária em saúde. A lista dos repasses previstos para municípios de todo o Brasil foi divulgada esta-segunda-feira (20) pelo Diário Oficial da União. Os municípios paraenses que não constam na lista do Ministério da Saúde são: Afuá, Anajás, Cachoeira do Arari, Cachoeira do Piriá, Capanema, Capitão Poço, Goianésia do Pará, Magalhães Barata, Medicilândia, Bagre, Melgaço, Muaná, São João do Araguaia e Sapucaia. Os municípios brasileiros que aderiram ao programa receberão cerca de R$ 2 bilhões para o fortalecimento e a qualificação dos serviços oferecidos no Sistema Único de Saúde (SUS).

VERBAS RETIDAS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

Para participar do PMAQ, é realizada a adesão dos municípios e a contratualização de compromissos e indicadores a serem firmados entre as equipes da atenção primária e os gestores municipais, e desses com o Ministério da Saúde.
O processo que envolve a pactuação local, com participação do controle social, por meio dos Conselhos de Saúde.Cada equipe participante do programa é visitada por uma instituição de ensino e pesquisa para coleta de informações da infraestrutura das Unidades de Saúde da Família (USF) e do trabalho dessas equipes, e, conjuntamente, com a avaliação dos indicadores pactuados, as equipes serão certificadas de acordo com o desempenho de seus resultados.

Fonte: O LIBERAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário