quarta-feira, 27 de maio de 2015

NOITE LITERÁRIA EM PORTEL

A Prefeitura Municipal de Portel através da Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo - SECELT, realizará na noite da próxima sexta-feira (29) a I NOITE LITERÁRIA,
Um evento idealizado para valorizar os autores locais e a cultura literária no município e  contará ainda com a presença do escritor e jornalista Paulo Renato Bandeira, de Breves,  que irá lançar seu novo livro,  'Borboletras.

Fonte: SECELT

terça-feira, 26 de maio de 2015

VENDAS EXTERNAS DE AÇAÍ GERAM RECEITA DE MAIS DE R$ 200 MILHÕES AO PARÁ

Em 2014, a venda de polpa e mix de açaí injetou R$ 225,7 milhões na economia
O açaí está entre os produtos agrícolas de maior expressão no Pará, com potencial para crescer ainda mais, acompanhando o aumento do interesse por parte de consumidores nacionais e internacionais. Em 2014, a venda de polpa e mix de açaí tanto para o mercado interno quanto para o mercado externo injetou cerca de R$ 225,7 milhões na economia local.
 Com a expansão das vendas, observada principalmente na última década, a produção passou a ser insuficiente para fazer face à procura. Nesta sexta-feira (29), a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) promove o II Seminário Sobre Cultivo do Açaizeiro no Pará, para discutir o cenário econômico da cultura do açaí no Estado, o potencial dos sistemas de produção e os gargalos que atrapalham a expansão do cultivo. As discussões vão servir de subsídio para a elaboração do Programa Estadual para a Expansão da Cultura do Açaí no Estado.
 O Pará se destaca como o maior produtor nacional de açaí. No ano passado, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção atingiu 795 mil toneladas de frutos em uma área plantada superior a 143 mil hectares. Os principais municípios produtores são Igarapé-Miri, Abaetetuba, Bujaru, Cametá e Limoeiro do Ajuru. O fruto é cultivado, de acordo com o último Censo Agropecuário, em 12.804 propriedades rurais paraenses. Com relação ao processamento, os números também são grandiosos. Pelo menos dez mil batedores artesanais processam o produto em todo o Estado.

Continue lendo ...

segunda-feira, 25 de maio de 2015

AUDIÊNCIA DO PPA EM BREVES RECEBE DEMANDAS DOS MUNICÍPIOS MARAJOARAS

Representantes dos municípios, associações, sindicatos e sociedade civil levaram suas demandas para a audiência.
Regularização fundiária, energia elétrica, comunicação e ações nas áreas de saúde e educação foram algumas das pautas encaminhadas durante audiência pública de elaboração do Plano Plurianual realizada nesta sexta-feira, 22, em Breves, no auditório Rio Parauau do Centro de Desenvolvimento de Educação Profissional. Representantes de municípios da Região de Integração do Marajó, associações, sindicatos e sociedade civil levaram seus pleitos e participaram por meio de manifestações orais ou escritas da nona escuta social, ocupando um espaço de participação efetiva da população na elaboração de políticas públicas para o período compreendido entre 2016 e 2019.
 A audiência foi coordenada por José Alberto Colares, secretário de Estado de Planejamento. “Queremos fazer política pública horizontalizada, e estamos aqui para recepcionar os projetos estruturantes para o Marajó com aqueles que vivem a realidade da região”, falou, ao lado de prefeitos e deputados da região que compuseram a mesa de abertura.
 As demandas localizadas recebidas durante a audiência foram encaminhadas aos administradores e órgãos públicos presentes, de maneira que o momento fosse proveitoso para a entrega de proposições de forma direta. “É importante a participação nesta audiência, momento que podemos apresentar nossas demandas e mostrar ao estado que podemos gerir os recursos públicos conjuntamente”, disse Gracionice Costa, presidente do sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de Portel.

Graci Costa, do STTR de Portel, apresentou propostas e reforçou que o Estado pode gerir os recursos junto com a população
 Perfil socioeconômico -
O Marajó reúne 16 municípios com características distintas, é uma reserva natural com vocações econômicas a serem exploradas, além dos setores produtivos consolidados. Com as menores taxas de violência, de acidentes de trânsito, e com a população mais jovem do estado, precisa implementar os planos de desenvolvimento traçados. “Precisamos tirar os planos do papel e olhar a região e suas vocações”, ressaltou Eduardo Costa, diretor presidente da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa). Sendo uma Área de Proteção Ambiental (APA), a região aponta naturalmente para a necessidade de ações sustentáveis considerando suas especificidades, a mudança sazonal da paisagem com a ação do mar, sendo ora doce ora salgada. Os dados levantados pela Fapespa devem servir para a construção de estratégias de melhoria de vida da população, e estão disponíveis no site da Seplan para consulta AQUI

Fonte: Agência Pará

sexta-feira, 22 de maio de 2015

VEREADOR DE OEIRAS DESABAFA SOBRE POSSÍVEL CASSAÇÃO

Eleito em 2012  com 459 votos pelo PSC, Afrânio Andrade tem sido aguerrido crítico da gestão Ely Batista. Hoje (22), em seu perfil no facebook, Afrânio postou sua revolta por saber que nos bastidores do legislativo há tentativa de lhe tirar o mandato, clara retaliação por seu posicionamento contra a gestão municipal.
leia abaixo:

segunda-feira, 18 de maio de 2015

AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PPA NO MARAJÓ

A elaboração da principal ferramenta de planejamento do estado, o Plano Plurianual (PPA), que dispõe sobre as diretrizes que nortearão a ação governamental, os investimentos estruturantes e as ações estratégicas para o período 2016-2019, está sendo feita com ampla participação da sociedade civil durante as Audiências Públicas (APs) que vem sendo realizadas nas Regiões de Integração (RI) do Estado do Pará. ​ ​
Com a coordenação do Secretário de Planejamento José Alberto Colares, e presença de outros dirigentes e técnicos do Governo do Estado, as APs vem recebendo segmentos representativos de cada município integrante da região, que apresentam e entregam sugestões, reivindicações e proposições que subsidiarão o PPA.
 A audiência pública no Marajó será na manhã de sexta-feira (22/5) em Breves, e a presença da população dos municípios de Afuá, Anajás, Bagre, Cachoeira do Arari, Chaves, Curralinho, Gurupá, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista, Soure, além de Breves, e/ou seus representantes, é indispensável.
 O PPA é a continuidade do esforço do Estado em conjunto com a sociedade, para redução da pobreza e da desigualdade social por meio da implantação de programas, projetos e ações que atendam aos anseios da população paraense. ​
 A programação completa das audiências, diagnósticos socioeconômicos de cada região e outras informações podem ser consultados no site do programa: http://www.seplan.pa.gov.br/ppasite ​ ​Contribuições também podem ser enviadas até 31 de maio pela página http://www.seplan.pa.gov.br/ppasite/participacao-social.php

Serviço: Audiência Pública do PPA em Breves, no Marajó Dia 22 de maio de 2015
Às 8h30
Local: Centro de Desenvolvimento de Educação Profissional Doutor João Messias dos Santos (Cedep), Av. Rio Branco, 1752.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

NÃO DEMORA EU TÔ DE VOLTA...

Ajustar a vida pessoal à profissional é um desafio enorme, e isso vem atrapalhando a atualização mais frequente do blog.
Como a eleição se aproxima, estou recebendo diversas ligações e mensagens instantâneas pedindo a volta das postagens. Diante disso, resolvi interromper alguns projetos e voltar a levar informação aos leitores deste humilde espaço.
Peço desculpas pelos 30 dias de ausência e espero poder atender a todos.

Abraço Marajoara

Flávio Costa - DRT 2515/Pa
Editor do Blog