sábado, 26 de dezembro de 2015

NÃO É PRECISO MUITO ESFORÇO

Da lavra do boavistense Miguel Teixeira

Muitas vezes não é preciso muito esforço para se entender a lógica de certos administradores públicos como é o caso do nosso município.
Sempre que tive oportunidade defendi e defendo que o sucesso de uma gestão está intimamente ligado ao projeto voltado para o município, pensado, analisado e discutido com a sociedade: só assim teríamos algum êxito, não da forma como vem sendo administrado um município do porte do nosso, sem um planejamento prévio, sem ações de médio e longo prazo.
Tudo isso faz parte de um sistema político anacrônico, pervertido e ultrapassado que não representa os anseios da sociedade que clama pelo os serviços básicos, como: saúde, educação de qualidade, abastecimento de água, esgoto, segurança e muitos outros. Mas temos a convicção que tudo isso pode ser bastante melhorado na área municipal se houver gestor comprometido com os anseios populares. Enquanto o eleitor não tiver a consciência de que vender o voto não compensa, que o dinheiro que alguém usa para comprar a vontade do eleitor ele vai tirar de qualquer jeito e este é quem sofre as conseqüências. E o que podemos observar é que os gastos são de péssima qualidade, não prioriza os serviços essenciais as ações prioritárias não funcionam ou funcionam muito mal.
Ainda tem gente nessa administração querendo tapar o sol com peneira, tentando enganar a população, está mais do que provado de que é uma administração de péssima qualidade, sem diferença de outras do passado com erros muito mais graves.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

SINTEPP DE SSBV REALIZA SUA PRIMEIRA CONFRATERNIZAÇÃO

No último sábado, 12, realizou-se no município de São Sebastião da Boa Vista a I Festa de Confraternização do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará – SINTEPP/SSBV. Na oportunidade estiveram presentes uma grande parcela dos filiados(as) acompanhados de seus familiares, autoridades, amigos e simpatizantes da Instituição Sindical, além é claro, do Grupo de Coordenadores que dirigem esta entidade. O evento festivo ocorreu no Complexo de Lazer “Oliveira Teixeira”.
Os preparativos para os festejos começaram por volta das 19h do dia 11.12.2015 (6.ª feira), momento em que os organizadores passaram a preparar a carne para o churrasco do dia seguinte em consonância com a apetitosa feijoada recheada de ingredientes. Tudo isso no aprazível Centro de Lazer, onde a Gerente Geral, Leonete Teixeira  deu todas as condições possíveis para a efetivação do evento, para que pudessem oferecer o melhor para os  filiados.
No “dia D”, 12 de dezembro , dia Histórico para o Sindicato, tudo começou por volta das 6h da manhã, onde o grupo tomava as últimas providências para o início dos festejos.
Por volta das 8:30h iniciou o grande torneio de futebol com as equipes que fazem parte das escolas que pertencem ao Polo Caeté, Polo Emanoel Lobato, Polo Pedro Nogueira, Escola Anchieta, Escola Magalhães Barata e Escola João XXIII.
Sagrou-se campeã a Escola Anchieta, tendo como seu capitão, o Professor José Paulo, o Paulinho recebendo a premiação em dinheiro ofertado pelo Sintepp.
Às 12h foi servido o almoço regado a feijoada e churrasco, acompanhado por Música ao Vivo com artistas da terra – Jeremias, o anjo do teclado; o cantor e compositor Titan Oliveira além da participação de Mariomar Barbosa. Tudo isso regado a cervejinha geladinha do Bar do Complexo de Lazer.
No decorrer da programação, a Coordenação-Geral do Sintepp Vicente de Paulo saudou a todos, agradecendo suas presenças, falou da importância social do evento para categoria frisando que esta ação deveria se repetir nos anos subsequentes.
Às 14h iniciou-se o Bingão com cinco valiosos prêmios, adquiridos com recursos do próprio Sintepp: celular, tablet, notebook, fogão, motor “rabudo”, todos entregues aos vencedores. Após as premiações, dois servidores da Caixa Econômica Federal de passagem por nosso município e prestigiando nossa confraternização fizeram a doação voluntária de R$ 400,00 (quatrocentos reais) para ser sorteado como prêmio extra no Bingão. O Sortudo foi o Professor Daniel Reis, da Escola São José do Rio Umarituba. Houve também concurso de dança, saindo vencedor o Professor Afonso e a Professora França. Em seguida o professor Vicente usou novamente a palavra para encerrar o evento falando dos próximos atos do Sintepp, que são dentre outros, a ampliação da Sede do Sindicato, além de duas ações judiciais contra o governo que já estão “engatilhadas” e prontas para entrar em ação se não houver mesa de negociação entre as partes, ou seja, Sintepp e governo municipal.
A confraternização do Sintepp ocorreu tudo dentro do planejado. Os presentes comeram com fartura, beberam e se divertiram à valer e saíram do complexo de lazer falando maravilhas do evento.
Em conversa com os amigos presentes, estes parabenizaram a organização tecendo os maiores elogios não somente ao evento, mas também a postura da Coordenação do Sintepp, sempre ao lado da categoria e tornando-se também o porta-voz da sociedade boavistense.
Para a grandiosidade do evento, o Sintepp contou com o apoio do grupo de Coordenadores: Vicente de Paulo, Admir Brabo, Jacarezinho, Sandro Francione, Frankner Pantoja, Bacu, Taga, Alberto, Albino Camarão.
Fonte:




 Coordenação do Sintepp – Subsede de São Sebastião da Boa Vista

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

INCÊNDIO DESTRÓI RESERVA EXTRATIVISTA TERRA GRANDE - PRACUUBA

Foto: Josué Marques (Na Veneza do Marajó)
Há mais de 20 dias um incêndio de grandes proporções atinge a Reserva Extrativista “Terra Grande - Pracuúba”, localizada nos Municípios de Curralinho e São Sebastião da Boa Vista, na Ilha do Marajó. Na Reserva Extrativista Terra Grande - Pracuúba existem 23 comunidades tradicionais, varias dessas comunidades estão isoladas, sem água potável e mantimentos.
O incêndio é combatido por terra pelos moradores da reserva que no ultimo domingo dia 06/12, receberam reforço de 16 bombeiros que infelizmente chegaram sem os equipamentos necessários para combater o incêndio.
Segundo o Presidente da Associação, Silvio Tavares de Souza, mais de 20 (vinte) mil hectares de mata nativa já queimaram. São vários e sem controle os focos de incêndio, mais de cinco meses que não chove na região.
Os moradores denunciam que o ICMBIO (Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade) órgão federal responsável pela gestão da RESEX não se mobiliza para socorrer os atingidos pelo incêndio. Nem mesmo a defesa civil do estado foi acionada para prestar assistência à população, os moradores estão abandonados a própria sorte.
Neste sentido, solicitamos ao Ministério Publico Estadual, Defesa Civil, IBAMA, ICMBIO, Governo do Estado do Pará e Prefeitura Municipal de Curralinho e Prefeitura Municipal de São Sebastião da Boa Vista, para que socorram com urgência as comunidades atingidas pelo incêndio.

Contato Sílvio Tavares Souza (91) 99160 5671 (Presidente da Associação dos Moradores da RESEX) (91) 99153 3975 (Comitê Solidariedade aos Moradores da RESEX)