terça-feira, 21 de outubro de 2014

PALPITE INFELIZ....

Trago ao palanque comentário deixado na postagem "Sucessão de Getúlio Brabo: Os palanques estão montados"

Anônimo 10:35 disse..

"Vou arriscar meu palpite: 

Primeiro: o atual Prefeito Getúlio Brabo, se de hoje até o dia da eleição em 2016, asfaltar de ouro as ruas, distribuir comida de graça, doar remédios, dobrar o valor do mínimo em SSBV e sair abraçando velhinho e beijando crianças nas ruas, se fizer tudo isso, ele não consegue eleger o sucesso. pela má gestão, por não ter um candidato competitivo e por que ele não investirá em ninguém. 
Segundo: O companheiro Laércio Pereira e Del Viana, estarão inelegíveis no próximo pleito, não conseguirão se habilitar por terem contas reprovadas e etrc... 
Terceiro: Caso o "Helder" se eleja isso sinalizará uma boa vantagem, ao REY, sem no entanto julgar que isso seja decisivo. 
Finalmente, como você já disse a eleição estará aberta e será emocionante."

NOTA DO BLOG
Tenho que discordar em parte do comentarista acima, pois, é público e notório que Getúlio romperá as amarras petistas logo após as eleições. O prefeito detém sob seu domínio pelo menos 40% do capital politico do PT e terá a máquina a seu favor. Se vier Laércio (bem provável com a ajudinha  da Ministra do TSE Luciana Lóssio), a peleja eleitoral será acirrada, mas, se vier Rey, o Getúlio fará seu sucessor sem muito esforço...É o quadro atual
PS: Quanto ao vereador Delcimar Viana, creio que voltará pra SESMA, em Mosqueiro...

SUCESSÃO DE GETÚLIO BRABO: OS PALANQUES ESTÃO MONTADOS

No ultimo dia 10 de outubro recebi via IN BOX no facebook print de uma mensagem do whatsapp creditada ao secretário de assistência social, Netão Alves, e junto com a imagem veio a seguinte legenda: "Vão gastar dinheiro publico de novo aqui em BV, dessa vez é na campanha do Jateve .kkkk .A MAQUINA VAI AGIR.".. Após a surpresa soltei uma gargalhada e retruquei ao mensageiro: "A abstenção vai ser grande no segundo turno. A diferença em percentual vai diminuir muito. Como lhe disse anteriormente, independente do resultado da eleição, Getúlio elege fácil fácil o sucessor."
Ainda incrédulo diante da possibilidade de secretários municipais estarem usando a máquina pública pra amealharem votos para candidato A ou B, tentei contato com o secretário da SEMAS, mas não obtive sucesso.
Como secretário da SEMED fui mais feliz e recebi a informação dele que tudo não passou de montagem grosseira feita pela oposição, ou seja, correligionários e apoiadores do candidato do PMDB, Helder Barbalho, na tentativa de gerar constrangimento administrativo à gestão.
Segundo José Maria Gonçalves, já existe a certeza de quem foi o autor das mensagens convocando servidores, mas como não há como provar, tanto ele quanto o titular da SEMAS, preferiram ignorar o fato. " Isso não é prática nessa gestão, além de ser falta de senso comum marcar reunião politica em secretaria,visto que a lei não permite" concluiu o secretário.
Não há como negar que a disputa de 2016 para o executivo boavistense, vai ser um das mais empolgantes que essas terras já presenciaram.
De um lado, Rey Silva, Laércio Pereira, e Del Viana. Do outro, Getúlio Brabo, Netão Alves e José Maria Gonçalves...
Quem arrisca um palpite?

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

RAPIDINHAS - ELEIÇÕES 2014

*** A peleja eleitoral no segundo turno tem tirado o sono e o senso de alguns apoiadores de candidaturas de Helder e Jatene no Marajó. Em SSBV, por exemplo, um secretário municipal e pretenso sucessor do prefeito Getúlio Brabo, mandou mensagem aos servidores convocando-os para a campanha na intenção de reverter no município a vitória no primeiro turno do candidato peemedebista Helder Barbalho.

*** Por falar em PMDB de SSBV, a disputa entre a família Frazão (leia-se Gilda e Júnior Frazão) e o ex-vereador e candidato derrotado nas ultimas eleições municipais, Rey Silva, para o comando do PMDB boavistense, tem como fiel da balança a eleição (ou não) de Helder Barbalho... Se governador, Helder vai decidir quem mandará na legenda no município.

*** Cledson Rodrigues (Gordo), prefeito de Bagre, mostrou nas urnas que o NOVO BAGRE tá muito bem... Seus candidatos à ALEPA e Câmara federal foram muito bem votados no município. Reeleito para a legislatura 2015/2018, o Dep. Junior Ferrari teve votação expressiva.

*** Em Portel corre o burburinho que o prefeito Paulo Ferreira passou a apoiar a candidatura de Helder Barbalho. No primeiro turno, em Portel, Simão Jatene teve a maior vitória em terras marajoaras, com 67% dos votos válidos. A conferir...

*** Muaná (Murilo Guimarães) e Soure (Fernando Tobias) colocaram o "bloco na rua" a partir de hoje (20) para tentar diminuir a diferença de 25 mil votos que Helder teve a seu favor no Marajó.

*** Voltaremos na sexta-feira....

PROCURADORIA ELEITORAL PEDE SUSPENSÃO DA PROGRAMAÇÃO DA RBA E RÁDIO CLUBE

Emissoras têm como sócio um dos candidatos ao governo do Pará e são acusadas de propaganda irregular. 

 A Procuradoria Regional Eleitoral pediu a suspensão, por 48 horas, da programação das emissoras Rede Brasil Amazônia e Rádio Clube do Pará. No lugar da programação, as emissoras devem ser obrigadas ainda a expor, a cada 15 minutos, a informação de que foram suspensas por desobediência à lei eleitoral. O pedido foi ajuizado ontem no Tribunal Regional Eleitoral e será apreciado pelo desembargador Raimundo Holanda Reis.
 O candidato ao governo do Pará Helder Barbalho é sócio das duas emissoras e a PRE examinou várias horas de programação para constatar que estão sendo utilizadas pelo candidato, sistematicamente, para fazer propaganda eleitoral irregular. Barbalho é sócio-proprietário de várias empresas de comunicação que, juntas, tem sido usadas para enaltecer sua candidatura em contraposição aos adversários. “Tal fato viola, sem sombra de dúvidas, a isonomia da disputa eleitoral, na medida em que o controle dos meios de comunicação pelo candidato Helder Barbalho, o coloca em posição extremamente favorável em relação aos demais candidatos”, diz o pedido.
 Para a PRE, o uso dos veículos de comunicação da família Barbalho durante a campanha e até antes dela macula o processo eleitoral e o desequilibra irremediavelmente. O pedido enumera diversos exemplos de violação da lei, que veda totalmente a propaganda eleitoral em emissoras de rádio e tevê, a não ser no espaço do horário eleitoral gratuito. Um dos exemplos foi entrevista, no dia da votação do primeiro turno, com o senador Jader Barbalho, pai de Helder, ao radialista Nonato Cavalcante.
 A entrevista, narra a PRE, durou quase trinta minutos, o que representaria quase uma semana inteira do tempo destinado ao horário eleitoral gratuito. “A divulgação de entrevista com esta temática é límpida realização de propaganda política por meios irregulares, somente possível ao requerido porque ele possui os meios de comunicação social, que vem utilizando, como patrimônio próprio e pessoal, e os utiliza em evidente infração às regras do pleito eleitoral”, diz a PRE.
 A PRE lembra que as diversas violações já são objeto de representações pela coligação adversária e muitas ainda não foram julgadas, “o que contribui para que os demandados continuem utilizando os veículos de comunicação social em massa de sua propriedade em prol da candidatura de Helder Barbalho”. Nos processos ajuizados contra as emissoras a PRE notou que em alguns são os advogados da coligação eleitoral que defendem os veículos de comunicação.
Para a Procuradoria Regional Eleitoral, não há outra saída se não reconhecer que, no presente caso, a indicação de uso indevido dos meios de comunicação com o abuso de poder econômico prejudicou a liberdade do voto e gerou desequilíbrio entre os candidatos ao pleito, o que reclama a medida imediata para impedir a mesma conduta no segundo turno das eleições.

 Processo 306179.2014.614.0000

Fonte: MPF

sábado, 11 de outubro de 2014

LIDERANÇAS MARAJOARAS APOIAM JATENE

Na noite desta sexta-feira, 10, Jatene se reuniu com lideranças políticas e comunitárias de diversos municípios marajoaras. O encontro aconteceu na sede do clube Monte Líbano e serviu para reforçar o apoio à reeleição no segundo turno. Jatene agradeceu o trabalho de todos durante o primeiro turno das eleições onde foi vitorioso diante do quadro desigual nesta candidatura. “Nós tivemos três meses de campanha, enquanto eles estão há dois anos fazendo campanha antecipada. Foi uma grande vitória a gente ter chegado aonde chegou no primeiro turno, por isso agradeço a cada um de vocês”, disse antes de fazer um balanço dos avanços do Pará em diversas áreas.
 Durante a conversa,× Jatene falou do esforço do governo para equilibrar as contas do Estado e mostrou a matéria publicada recentemente no jornal× Folha de São Paulo sobre a situação de endividamento dos estados brasileiros, onde o Pará aparece com o menor nível de endividamento. “Em 2010, 30% da receita estava comprometida com dívidas, hoje temos apenas 7%. Foi difícil e tivemos muito trabalho, mas conseguimos organizar as contas e preparamos o Estado para a fase de desenvolvimento. Preparar é difícil, mas pra bagunçar é bem rápido, basta lembrar como nós recebemos o Estado para entender do que estamos falando”, afirmou.
 O prefeito de× Cachoeira do Arari, Benedito de× Filho, conhecido como Filhão, reconheceu os avanços do governo× Jatene em todo o Pará e disse que o encontro fortaleceu, ainda mais, a certeza de que× Jatene continuará governando o Estado. Filhão pediu para os eleitores ouvirem a resposta dada pelos moradores de Ananindeua para o outro candidato. “Quero chamar a atenção do eleitor para o ‘não’ que× Ananindeua deu para o Helder Barbalho; Ele perdeu na cidade que ele foi prefeito e é isso que o população deve analisar e refletir”, afirmou.
 Para a prefeita de Ponta de Pedras, Consuelo Castro, o candidato adversário de Jatene não tem responsabilidade com as promessas feitas com o intuito apenas de conquistar votos. “São muitas promessas que a gente, que tem responsabilidade e conhecimento, sabe que não têm condições de ser cumpridas. É preciso mostrar claramente isso para a população”, disse.
Entre os participantes estavam os prefeitos de Bagre, Cledson; de× Oeiras do Pará, Eli Batista; de Anajás, Vivaldo Mendes; e de Muaná, Murilo Guimarães. Além dos vice-prefeitos de× Ponta de Pedras, Josafá Nascimento; e de Muaná, Kalif; junto com os ex prefeitos de Portel, Pedro Barbosa; e de Chaves, Bira Barbosa; também participaram da reunião os vereadores de× Ponta de Pedras, Lourdes Ferreira, Miguel Ribeiro e Raimunda Casa Grande; e de× Cruz do Arari, Jair Pamplona; além de representantes dos municípios de Breves, Chaves, Soure, Bagre, São Sebastião da Boa Vista, Muaná, Santa Cruz do Arari, Ponta de Pedras, Melgaço e Cachoeira do Arari.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

RAPIDINHAS - ELEIÇÕES 2014


*** O resultado nas urnas em SSBV não foi bom para o atual prefeito Getúlio Brabo/PT. Em vias de sair do partido, Getúlio abertamente declarou apoio à reeleição do governador Simão Jatene/PSDB.
As urnas mostraram que o ex-prefeito Laércio Pereira e o dividido PMDB de SSBV ainda têm força.
Helder teve 7.235 votos, enquanto Jatene teve 5.773... A seguir cenas do próximo capítulo, dia 26 de outubro..

*** A Democracia Socialista (DS) de Claudio Puty, Ana Júlia e do Vereador Delcimar Viana/PT, foi a grande prejudicada com a aliança espúria com o PMDB. Além do fiasco dos candidatos à Câmara Federal, o Dep.Estadual Edilson Moura, também da DS, não se reelegeu. As coisas vão ficar difíceis pro vereador SAMU em 2016.

*** O prefeito de Oeiras, Ely Batista, ainda no PMN,  junto com sua esposa Malena Batista e equipe, conseguiram 3.003 (20,59% dos válidos) votos para a reeleição da Deputada Cilene Couto. Ely e Malena, contrariando seus adversários, mostraram que ainda dão as cartas no município.

*** O coordenador do Movimento Marajó Forte, o geólogo Ricardo Fialho, foi o 6º candidato a deputado estadual mais votado em Melgaço. Com 274 votos, Ricardo já se habilita a uma vaga na Câmara Municipal, ou até mesmo, quem sabe, disputar a prefeitura do município com pior IDH do Brasil.

*** O Deputado Luis Rebelo, dono da maior empresa de navegação que explora o serviço para Breves/Portel, impedido de se candidatar à reeleição, conseguiu eleger seu filho Luth Rebelo para a legislatura 2015/2018. Luth, com a eleição, já é forte candidato à prefeitura de Breves em 2016.

*** Em Portel os irmãos Paulo Ferreira (prefeito) e Ângelo Júnior (presidente da Câmara), entraram de corpo e alma na campanha a deputado estadual do jovem vereador de Belém, Thiago Araújo/PPS, e  saíram vitoriosos. Thiago Araújo teve na Pérola do Pacajá (5.568) 28,71% dos votos válidos. Paulo e Ângelo mostraram aos incrédulos que o trabalho realizado pela família Ferreira no município nos últimos 20 meses é merecedor de crédito.

***Votação de Helder e Jatene no Marajó. HELDER: 120.183 /// JATENE: 95.745 Ou seja, a metade (24.438) da diferença favorável ao Helder no primeiro turno ele conquistou no Marajó.

*** Gostaríamos de pedir desculpas pelos 35 dias de ausência nas postagens e agradecemos às mais de 12 mil visitas nesse período.... Depois voltamos...Até breve.

JADER BARBALHO NA MIRA DO STF

O Supremo Tribunal Federal recebeu nesta terça-feira (7) denúncia contra o então senador Jader Barbalho (PMDB-Pa) sobre um processo de formação de quadrilha, crimes contra o sistema financeiro do país e lavagem de dinheiro. Jader é pai de Helder Barbalho, que disputa o 2º turno das eleições no Pará.
 De acordo com o Supremo, o processo, que tramita desde 2008, ocorre em segredo de× Justiça, por isso, não há detalhes sobre as acusações. A ação tem origem no Tribunal Federal do Tocantins, órgão que investigou fraudes na Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).
 Em 2013, Jader foi condenado pela× Federal no Tocantins, a devolver a quantia de R$2,2 milhões à União por desvio de verbas na× Sudam, na liberação de recursos para um projeto fraudulento. A defesa do senador recorre da decisão. Barbalho também responde a outros processos no STF.

Fonte: ORM

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

AGRICULTORES DE BREVES CRIAM COOPERATIVA

Trinta e duas famílias da rodovia PA-159 e vicinais em ×Breves, no Marajó, estão se organizando para constituir uma cooperativa. O processo – que inclui registros na Prefeitura, Junta Comercial do ×Estado do Pará (Jucepa) e Receita Federal, entre outros trâmites – tem o apoio dos escritórios regional e local da ×Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do ×Estado do Pará (Emater) e deve ser finalizado ainda este ano.
 O principal objetivo do grupo é fechar contratos mais amplos do ×Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Atualmente, o fornecimento individual de produtos, que costuma ser de derivados da mandioca e hortaliças, é limitado em R$ 20 mil por ano. Já para cooperativas os valores são livres.
 “Dez dessas famílias já fornecem regularmente desde 2011, assinando novo contrato com a Prefeitura a cada ano, mas querem aumentar a quantidade. Os demais interessados terão muito mais oportunidade a partir da cooperativa, porque muitos ou só trabalhavam com um produto, de forma sazonal, da lista do edital, ou apresentavam produção individual insuficiente para concorrer”, diz o supervisor-adjunto do escritório regional da ×Emater no Marajó, o engenheiro agrônomo Francisco de Sousa.
 De acordo com ele, a oficialização da cooperativa pode auxiliar, inclusive, no diálogo para o aperfeiçoamento dos cardápios de merenda escolar. A primeira reunião ocorreu nesta quinta-feira (4), na casa de um dos agricultores, na comunidade São Tomé. A Emater palestrou sobre cooperativismo e associativismo e orientou a nomeação de uma comissão, que ficou responsável por recolher os dados dos futuros cooperados. Na próxima quinta-feira (11), está previsto um novo encontro, também com a presença da ×Emater, para que se estude o organograma obrigatório da entidade, como diretoria e conselho fiscal.

 Aline Miranda
Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

FAMÍLIAS CARENTES DE SSBV APRENDEM A FAZER HORTAS DOMÉSTICAS

O objetivo é garantir que as famílias possam trabalhar efetivamente com hortaliças, enriquecendo a própria alimentação e gerando renda com a venda
Vinte e cinco famílias da periferia de São Sebastião da ×Boa Vista, no Marajó, começam na tarde desta quarta-feira (3) a receber treinamento para instalar hortas domésticas das quais possam retirar alimentos e comercializar o excedente. O público é considerado abaixo da linha da pobreza, por ora sem atividade econômica relevante.
 O curso de olericultura básica, promovido pelo escritório local da ×Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do ×Estado do Pará (Emater), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e com a Prefeitura, seguirá até sexta-feira (5).
 As aulas, que versarão sobre o aproveitamento agroecológico de quintais e sobre plantio suspenso em garrafas pet, serão realizadas na sede da Emater. Uma demonstração prática está prevista para a propriedade de uma das alunas. Cada participante receberá um kit de sementes de feijão, pepino e alface doado pela ×Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri). Também se pretende estimular o cultivo de coentro e cebolinha e o preparo de compostagem orgânica.
 A ideia é que, a partir da capacitação e com acompanhamento técnico da ×Emater, com possibilidade iminente de crédito rural, as famílias possam trabalhar efetivamente com hortaliças, enriquecendo a própria alimentação e gerando renda com a venda. “São Sebastião precisa importar hortaliças. Esse é um grande mercado para a agricultura familiar do município e um caminho para o desenvolvimento de um cinturão verde na zona periurbana”, aponta a chefe do escritório local da Emater, a técnica em agropecuária Bruna Paula Santos.

Aline Miranda
Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

VER. ÂNGELO JUNIOR CONTINUA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE PORTEL

Na tarde de ontem (28) a assessoria do Presidente da Câmara Municipal de Portel, Ver. Angelo Junior, emitiu nota esclarecendo sobre o seu suposto afastamento da mesa diretora do legislativo portelense.

À Imprensa em Geral, Portel, 
28 de agosto de 2014. 
Sirvo-me da presente para fazer os seguintes esclarecimentos à população portelense: 
Veicularam noticias nos meios de comunicações e redes sociais de que na data de hoje (28) este vereador presidente da Câmara tinha sido cassado\afastado do cargo em sessão realizada na Câmara Municipal de Portel, por deixar de encaminhar ao plenário matérias de interesse do povo, e pela suposta ausência de prestação contas, no ano de 2013 e primeiro semestre de 2014. 
Cabe esclarecer ao povo portelense primeiramente de que: 
1- Não houve cassação ou afastamento deste vereador, presidente do legislativo municipal; 
2- Não é verídica a alegação de que tenha deixado de encaminhar ao plenário projetos de lei de seus pares, para apreciação; 
3- Também é não verdade a afirmação de que não tenha prestado conta no período acima mencionada, conforme faz provas as certidões em anexo do Tribunal de Constas dos Municípios; O que na verdade ocorreu na sessão de hoje, foi uma tentativa infundada, produto do intelecto do vereador Enos Perdigão, totalmente ao arrepio da lei, desobedecendo por completo o rito previsto no regimento interno da câmara municipal, numa nítida pretensão de se autopromover, o que certamente não terá qualquer tipo de êxito, por absoluta falta amparo legal. 
Esclareço que estou tomando todas as medidas necessárias, em relação a acusação que me é feita, e estou muito tranquilo, visto que sempre exerci meu mandato com bastante transparência, pautado na moral, ao respeito às leis e os bons costumes e acima de tudo respeitando o povo Portelense a quem verdadeiramente devo explicações. 

Um forte abraço a todos. 
Atenciosamente, 
Francisco Ângelo Junior 
Presidente da Câmara Municipal de Portel