quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

INCÊNDIO DESTRÓI RESERVA EXTRATIVISTA TERRA GRANDE - PRACUUBA

Foto: Josué Marques (Na Veneza do Marajó)
Há mais de 20 dias um incêndio de grandes proporções atinge a Reserva Extrativista “Terra Grande - Pracuúba”, localizada nos Municípios de Curralinho e São Sebastião da Boa Vista, na Ilha do Marajó. Na Reserva Extrativista Terra Grande - Pracuúba existem 23 comunidades tradicionais, varias dessas comunidades estão isoladas, sem água potável e mantimentos.
O incêndio é combatido por terra pelos moradores da reserva que no ultimo domingo dia 06/12, receberam reforço de 16 bombeiros que infelizmente chegaram sem os equipamentos necessários para combater o incêndio.
Segundo o Presidente da Associação, Silvio Tavares de Souza, mais de 20 (vinte) mil hectares de mata nativa já queimaram. São vários e sem controle os focos de incêndio, mais de cinco meses que não chove na região.
Os moradores denunciam que o ICMBIO (Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade) órgão federal responsável pela gestão da RESEX não se mobiliza para socorrer os atingidos pelo incêndio. Nem mesmo a defesa civil do estado foi acionada para prestar assistência à população, os moradores estão abandonados a própria sorte.
Neste sentido, solicitamos ao Ministério Publico Estadual, Defesa Civil, IBAMA, ICMBIO, Governo do Estado do Pará e Prefeitura Municipal de Curralinho e Prefeitura Municipal de São Sebastião da Boa Vista, para que socorram com urgência as comunidades atingidas pelo incêndio.

Contato Sílvio Tavares Souza (91) 99160 5671 (Presidente da Associação dos Moradores da RESEX) (91) 99153 3975 (Comitê Solidariedade aos Moradores da RESEX)

Um comentário:

  1. O ICMBIO não fez nem o plano de Manejo para esta área, uma vergonha, O responsável por esta Reserva mora no município de Breves, sem a menor estrutura de dar assistência a essa comunidade. O descalabre é tão grande que a principal fonte de renda desta reserva é o açaí, e os moradores não podem fazer o manejo da retirada do palmito, necessário para manter e melhorar a produção deste fruto. Não tem uma guarda formada para uma brigada de incêndios.

    ResponderExcluir