sexta-feira, 2 de outubro de 2015

PREFEITA DE PONTA DE PEDRAS É CONDENADA PELA JUSTIÇA FEDERAL

Prefeita Consuelo é acusada de irregularidades na gestão de recursos (Foto: Antônio Silva/Agência Pará)
A prefeita do município de Ponta de Pedras, Consuelo Maria da Silva Castro, foi condenada pela Justiça Federal pelo crime de improbidade administrativa, e teve os direitos políticos suspensos pelo prazo de 5 anos, além de ter de devolver R$ 60,9 mil aos cofres do Tesouro Nacional. A condenação foi dada pelo juiz federal Domingos Daniel Moutinho, da 2ª Vara da Justiça Federal do Pará.
 Os crimes apurados foram praticados na gestão de Consuelo Castro entre os anos de 2005 e 2008. Em 2009, a Controladoria Geral da União (CGU) realizou auditoria nos recursos repassados pela União ao município de Ponta de Pedras relativos a 2008 e constatou irregularidades na execução de programas de pelo menos 20 órgãos do Governo Federal.
 Nesta ação civil pública já julgada, a prefeita do município do Marajó responde, segundo a CGU, por graves irregularidades na gestão de recursos públicos federais provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação referentes ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) em 2008.

Continue lendo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário