sábado, 3 de dezembro de 2016

ESTUDANTES DE BREVES ENCONTRAM ÍDOLOS DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL


A manhã de treino da Seleção Brasileira Feminina de Handebol nesta quarta-feira (30), na Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho, foi marcada pela emoção de 24 atletas de handebol de duas escolas do interior do Pará. Com idades entre 13 e 17 anos, elas não só assistiram ao treino, como conversaram com as atletas da seleção, e ainda fizeram muitas fotos e vídeos.
As alunas da Escola Municipal Odísia Corrêa Farias, do município de Breves, no Arquipélago do Marajó, e da Escola Estadual Dionísio Bentes de Carvalho, de Rondon do Pará, no nordeste do estado, não seguraram a emoção ao ver de perto campeãs mundiais como Dara, Dani, Babi e Duda Amorim, e choraram muito quando foram recebidas pelas atuais campeãs mundiais de handebol feminino.
Rosana Machado, 14 anos, da cidade de Breves, chamada pelas colegas de time de “Capetinha”, tem como ídolo a armadora lateral Dara - que por estar grávida de quatro meses não jogará pela seleção, mas veio a Belém para apoiar a equipe. O encontro entre as duas arrancou muitas lágrimas de Rosana.
Dara já conhecia algumas das atletas presentes ao ginásio. Ela é embaixadora da competição Jogos Escolares Brasileiros, disputada em setembro e outubro passados, em João Pessoa (PB), com a participação de algumas das atletas dos dois municípios.
Rosana, que joga na mesma posição de Dara, com a camisa número 2, disse que sonha em integrar a Seleção Brasileira, por isso “me empenho muito em ser uma boa atleta. E agora, depois de conhecer essas jogadoras, de vê-las jogando, treinando e de ter conhecido a Dara, vou me empenhar mais ainda. Quero ser professora de Educação Física, mas quero chegar à Seleção”.
Para Dara, o encontro também foi emocionante. “Estou encantada com o carinho dessa torcida de Belém. Eu costumo dizer que o que não tem fora do Brasil é esse calor humano, e as regiões Norte e Nordeste são mais efusivas, eles têm essa paixão pelo esporte mais aflorada. Estou encantada com esse ginásio. Nem sabia que no Brasil tinha um com essa estrutura e beleza. E ver essas meninas foi muito especial. É muito bom saber que somos exemplos para elas. E é isso que nos faz seguir adiante, vestindo e honrando essa camisa há tantos anos”, declarou a atleta.
Presentes - Durante o encontro das paraenses com as atletas da seleção, as adolescentes ganharam camisetas autografadas, fornecidas pelos Correios, patrocinador da Seleção Brasileira.
Os técnicos Ana Cláudia, de Breves, e Antônio Fernandes, de Rondon do Pará, receberam bolas para a prática do handebol, entregues por Glória Martins, presidente da Federação Paraense de Handebol, e Manoel Luiz Oliveira, presidente da Confederação Brasileira de Handebol.
A programação das atletas paraenses inclui ainda assistir à estreia da Seleção Brasileira de Handebol nesta quinta-feira (1º), às 18h45, contra a Seleção de Cuba, no II Torneio Quatro Nações de Handebol, que prossegue até sábado (3), na Arena Guilherme Paraense.

Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário