sexta-feira, 6 de junho de 2014

BISPO DO MARAJÓ AGREDIDO EM SOURE

Extraído do Blog da jornalista Franssinete Florenzano

É muito grave a situação em Soure, no arquipélago do Marajó. Servidores públicos e integrantes de movimentos sociais ocuparam a prefeitura desde ontem, reiterando uma pauta de reivindicações já apresentada há meses. Hoje, o Bispo do Marajó, Dom José Luiz Azcona, reconhecendo a legitimidade dos pedidos, foi interceder pelo atendimento aos pleitos. Entretanto, em reunião, o advogado do prefeito, Ricardo Corrêa, exaltado, ofendeu o religioso e chegou a abanar as mãos em seu rosto. O prefeito João Luiz Melo(PT) teve que sair escondido pelos fundos para não ser surrado pela população, que aderiu ao movimento e se aglomerava em frente ao prédio, revoltada pelo tratamento ao Bispo. Dom Azcona tem 75 anos, é incansável em seu papel de evangelizar e proteger os mais pobres, está sem se alimentar o dia inteiro tentando ajudar a apaziguar os ânimos e certamente não merece ser desrespeitado. Como o prefeito reuniu com os dirigentes sindicais dentro da prefeitura mas se recusou a conversar com o povo na rua, a turba partiu em direção à residência do alcaide e exige a sua renúncia imediata. O quadro é alarmante. O efetivo da PM é insuficiente para conter os 23 mil habitantes da cidade.
 As reivindicações da população estão elencadas em petição pública: o descalabro na saúde, expresso na falta de remédios e instrumentos nos postos de saúde, mofo e infiltração no hospital, precariedade nos programas de saúde preventiva, ausência de pré-natal, falta de água potável, unidades de saúde e ruas destruídas, prédios públicos em ruínas, obras paralisadas, escuridão nas vias públicas, trabalho em ambiente insalubre e não pagamento dos direitos trabalhistas. A situação de abandono no município se completa pela falta de promotor de justiça fixo e pela inoperância da Câmara Municipal. As demandas incluem a instalação de uma agência da Caixa Econômica Federal, porque a lotérica local não consegue atender as necessidades, e programas que evitem o êxodo de jovens por absoluta falta de oportunidades de trabalho.

12 comentários:

  1. Uma vergonha !!! Como pode agredir um Bispo, que olha tanto por esse povo.
    Um desrespeito absurdo, levantar a mão para um ungido do Senhor, é não ter noção da gravidade do que ele fez.

    ResponderExcluir
  2. CONCORDO AMIGO (a) MAIS SOURE PRECISA ACORDAR , SAIR DO LEITO E BRIGAR PELO QU É DE DIREITO, SOURE AFUNDOU É UMA PENA , ELEGEMOS PESSOAS INCAPAZES DE TRABALHAREM COM HONESTIDADE.

    ResponderExcluir
  3. Situação idêntica à de São Sebastião, faltando apenas a revolta.

    ResponderExcluir
  4. E simplesmente uma vergonha as ferias chegando e a cidade nesse caos a populacao esta totalmente certa uma cidade abandonada parece uma cidade pos guerra toda bombardiada esburacada da vergonha tem que botar esse prefeito e esses vereadores medíocres que enquanto eles ficam de boa em suas casas confortaveis e seus carroes passeando a população ta se lascando vergonha....

    ResponderExcluir
  5. E uma vergonha as ferias chegando e a cidade vive essa situação com esse prefeito medíocre e esses vereadores sanguessugas que nao servem pra nada uma cidade abandonada parece uma cidade bombardiada cheia de buracos saude realmente um caos e vergonhoso ver os vereadores tranquilos nas suas casas bonitas seus carroes passeando eo povo se lascando silplesmente vergonha...chega prefeito sai fora.

    ResponderExcluir
  6. E simplesmente uma vergonha as ferias chegando e a cidade nesse caos a populacao esta totalmente certa uma cidade abandonada parece uma cidade pos guerra toda bombardiada esburacada da vergonha tem que botar esse prefeito e esses vereadores medíocres que enquanto eles ficam de boa em suas casas confortaveis e seus carroes passeando a população ta se lascando vergonha....

    ResponderExcluir
  7. Título da matéria sensacionalista

    ResponderExcluir
  8. Que advogado é esse que agride moralmente a sociedade, ele está ali pra defender (se possível) e não sair apontando pra cara de ninguém, muito menos para praticar esse tipo de ato, mas é assim mesmo, a verdade causa dor nos mentirosos, so sorry.

    ResponderExcluir
  9. Graças á Deus o povo acordou, Soure não cresceu, não houve desenvolvimento, Soure regrediu.
    A cidade está muito mal administrada, ruas só buracos, hospital horrível,

    ResponderExcluir
  10. Deveríamos ir pra frente do Palácio dos Despachos cobrar do inoperante governador do Estado, pois nenhuma prefeitura tem condições de arcar com asfaltamento de ruas. Só pra se ter uma idéia, o site oficial do governo do Estado indica que serão asfaltados 3 km de vias em nossa cidade, anunciados pelo governador aqui. Isso custará mais de 900 mil reais. Imagina uma prefeitura que recebe de FPM por mês, pouco mais que isso, financeiramente é inviável. Ou mantém a máquina ou economiza 3 ou 4 anos para asfaltar 3 km de vias. É impraticável!
    Portanto, fechemos prefeitura, câmaras, mas não esqueçamos que somos abandonados a própria sorte pelo Jatene que nunca dispensou atenção ao Marajó, ainda mais agora que precisa se recompor com o Sul/Sudeste e Oeste do Pará.
    Pensemos nisso!

    ResponderExcluir
  11. Parabéns ao Sr.Bispo por estar do lado dos pobres e excluídos! Jesus Cristo fez esta opção e nos deixou este mandato! Estar ao lado dos pequenos é o que nos identifica como cristãos!

    ResponderExcluir