terça-feira, 3 de junho de 2014

OPERAÇÃO "MARAJÓ" PREVINE E COMBATE AÇÕES CRIMINOSAS NA REGIÃO

A operação “Marajó”, coordenada pelo Sistema Integrado de Segurança Pública do Pará, já apreendeu mais de 60 motos em situação irregular no arquipélago do Marajó. Este é o resultado parcial da operação, divulgado nesta terça-feira, 3. A ação policial teve início no último dia 29 de maio e conta com agentes do Grupamento Fluvial de Segurança Pública do Pará, formado pela Delegacia de Polícia Fluvial e pela Companhia Independente de Polícia Fluvial da PM.
 Atuam na operação, peritos criminais do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac) da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) do Ministério da Defesa. A Polícia Civil conta também com policiais civis das Diretorias de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV); de Polícia Especializada (DPE) e de Polícia do Interior (DPI). A Polícia Militar atua, ainda, com homens do 9º Batalhão da PM e do Comando de Missões Especiais (CME).
Motos apreendidas em São Sebastião da Boa Vista
 A ação policial está percorrendo as cidades da ilha do Marajó para realizar ações preventivas e de combate à criminalidade. Somente em São Sebastião da Boa Vista, cinco motos foram apreendidas com chassis adulterados. Ao todo, dez mandados judiciais de busca foram cumpridos na cidade. Durante as buscas, uma arma de fogo, tipo espingarda, com munição, foi apreendida. Em três oficinas fiscalizadas, uma moto roubada foi recuperada.
Motos apreendidas em Bagre
 Foram presos, no município, o foragido de Justiça Adailson Filho, de apelido “Yuri”, que responde por crime de roubo, e Manoel de Jesus Oliveira Soares, de apelido “Sarney”, que foi preso em flagrante por tráfico de drogas. A operação policial já passou por Curralinho, onde nove motos roubadas foram recuperadas. Três delas já estavam com chassis adulterados. Em Bagre, seis motos foram apreendidas. A operação continua em toda a região.


Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário