segunda-feira, 23 de junho de 2014

VIOLÊNCIA EM PORTEL: EX-GOVERNADORA FOI AVISADA EM 2009

Na foto, Ana Julia visita Portel para o inicio das obras do linhão, em 2009
Trago ao palanque postagem feita em uma rede social do ex-vereador de Portel, José Pereira da Costa (Raso), onde ele prova que em 2009, em visita da então governadora Ana Júlia Carepa (PT), entregou documento a ela pedindo providências para o combate à escalada de violência no município. Se na época tivesse sido feito alguma coisa, com certeza o município hoje não estaria em situação alarmante:
Leia abaixo íntegra do documento:

Excelentíssima Senhora 
ANA JÚLIA CAREPA 
Governadora do Estado do Pará 

Senhora Governadora, 
A segurança pública é uma das prioridades no governo de Vossa Excelência. 
Dessa forma, vimos por meio desta comunicar formalmente que a situação do Município de Portel neste aspecto está caótica, haja vista que o fechamento das empresas do setor madeireiro causou desemprego e elevado êxodo rural, e, conseqüentemente, aumentou a violência e a criminalidade nesta localidade. 
Muitos são os índices de crimes contra a pessoa, contra o patrimônio, contra a liberdade sexual, dentre outros. Para se ter uma idéia, existem várias gangues e também “toque de recolher” em alguns locais desta pequena cidade. 
 Por isso, no mês de março do corrente ano, foi realizada uma audiência pública, na qual se percebeu a mobilização em massa da sociedade local para discernir o problema. Infelizmente, não houve o comparecimento de qualquer representante do Poder Executivo Estadual.
 Logo, Senhora Governadora, solicitamos que seja disponibilizada atenção especial a este Município no que tange à segurança pública, sob pena de, em breve, vivenciarmos em uma guerra urbana e rural. 
Para tanto queremos:
 - Providências quanto à Polícia Militar: 
a) aumento no número de homens, de 08 (oito) para 30 (trinta), haja vista o sistema de rodízio reduz pela metade a quantidade de homens efetivamente trabalhando no policiamento ostensivo e preventivo; 
b) rodízio constante de policiais, uma vez que alguns membros da corporação estão prestando serviço há 05 anos em Portel, possuindo vínculo de amizade e/ou familiar, prejudicando os trabalhos; 
c) Viatura policial por meio de automóvel, posto que só há 03 (três) motocicletas; 
d) Coletes a prova de balas; 
e)Armamento; f) lancha para policiamento marítimo

- Providências quanto à Polícia Civil: 
a) Aumento no número de investigadores, de 02 (dois) para 06 (seis), posto que o trabalho de polícia judiciária está sendo prejudicado por falta de investigadores na atuação; 
b) Reforma e ampliação da delegacia, com construção de muro, copa, banheiro decente para os funcionários, gabinete para Delegado, local para banho de sol dos presos provisórios; 
c) Reforma e ampliação do bloco carcerário; lancha para as investigações na zona rural. Senhora Governadora, apenas concretizando essas necessidades, o Município de Portel conseguirá combater a alta criminalidade hoje existente e prevenir, futuramente, o cometimento de novos delitos, proporcionando a tão sonhada e festejada paz social. E só assim, o Estado do Pará deixará de ser notícias nas páginas e seções policiais dos jornais nacionais e internacionais. 

2 comentários:

  1. Com o crescimento populacional a tendência é que as áreas de cidades venham a ser habitadas, mal ordenadas e com isso as mazelas de um povo desconhecedor dos seus direitos comecem a aparecer através da violência, a falta de emprego, uma educação pública de faz de conta que eu ensino e tu faz de conta que aprende, adolescentes engravidando precocemente sem estruturar familiar aumentando assim o exercito de reserva para uma elite exploradora.
    É o que essa postagem não assinada, nem um comprovante que foi protocolada com recebimento pelo governo anterior, o que foi colocado o ex-vereador e a ex-governadora, a minha pergunta o que o atual governador fez ou pode fazer pelo povo marajoara tão sofrido e abandonado e só lembrado em períodos eleitorais e por serem um povo do agora e manipulado e que não pensa nas sequencias dos raposas que irão administrar o Município, Estado e Nação. Um exemplo a estatal ENASA que foi extinta pelo EX- governador Almir Gabriel por não ter muitos votos e ser prejuízo ao estado e ser tomado pelas grandes empresas fluviais que claro ajudam financeiramente nas campanhas dos partidos e que os navios foram doados pela EX-governadora Ana julia, a marinha e bombeiros deixando Soure e Salvaterra sem o potencial turisticos que era dos anos 80 e 90 e que hoje sofre com o transporte precário e caro para uma população carente e os turistas que precisam de conforto de um transporte, os que visitam será que querem voltar ou indicar para outros turistas.
    A minha opinião que isso não passa de uma manobra poilitica para tentar influenciar a opinião de um povo alienado, dou uma dica para vocês fazem campanha limpa sem denegrir a imagem de ninguém, apresentando seus projetos de trabalho para os seus munícipes, com credibilidade e cumprindo as promessas feitas em palanque para que sejam reeleitos que é o que todo politico quer não largar o osso, por isso a briga pelo osso entre os partidos políticos e o povo é que se lixe.
    Não sou filiado a partido algum, defendo apenas o povo que sofre desde a colonização e que até hoje sustenta com pagamentos de impostos uma elite dominadora, só mudaram os atores.
    N.L

    ResponderExcluir
  2. O blog como sempre tendencioso. A seguranca publica e de responsabilidade do governo estadual,mas e so um ente de uma politica social de inclusao. O blog deveria lembrar e se perguntar oque os ultimos governos municipais de Porrel vem fazendo pra impantar uma politica social de inclusao. O governo municipal de portel e o grande responsavel pela violencia e o caos no municipio. Se vc nao lembra o prigrama bolsa jovem cidadao era um programa de inclusao social e foi realizado pela governadora Ana Julia.

    ResponderExcluir