terça-feira, 28 de outubro de 2014

EMATER ORIENTA MULHERES MARAJOARAS PARA EXECUÇÃO DE PROJETOS PRODUTIVOS

A ação contemplou mulheres dos municípios de Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Salvaterra, Soure, Breves, Melgaço e Portel.

 Quatrocentas mulheres residentes do arquipélago do Marajó são o alvo da Chamada Pública executada pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater). Já está prevista para o início de novembro a liberação da primeira parcela de recurso proveniente do Plano Brasil Sem Miséria (PBSM), dos Ministérios de Desenvolvimentos Agrário e Social (MDA e MDS). Para o bom funcionamento dos projetos produtivos, a Emater está promovendo oficinas nos municípios marajoaras voltadas para o esclarecimento dessas mulheres sobe a política pública e as organizações coletivas.
 Nesta terça, 28, e quarta-feira, 29, em× Cachoeira do Arari, 16 mulheres da comunidade La Soledad participam da oficina de organização coletiva. A atividade faz parte de um cronograma estabelecido pela× Emater para acompanhar e orientar os grupos de mulheres. “Este é um instrumento de gestão ambiental e comercial, para o fortalecimento das associações e cooperativas, além dem servir para o planejamento, monitoramento e avaliação das atividades produtivas, econômicas, financeiras e administrativas”, destacou a economista  responsável pela Chamada Pública das Mulheres. Nos dias 22 e 23 de outubro, em Santa Cruz do Arari, aconteceu a última etapa d Oficina de Políticas Públicas voltadas para mulheres, com a participação de 46 delas, metade da sede e metade da comunidade× Genipapo. A ação contemplou, ainda, mulheres dos municípios de Cachoeira do Arari, Salvaterra, Soure, Breves, Melgaço e Portel.
Buscamos nesta oficina apresentar as políticas públicas finalísticas e transversais para as mulheres rurais e as formas de acessá-las”, explicou.

Continue lendo....

Nenhum comentário:

Postar um comentário