sexta-feira, 31 de outubro de 2014

POLÍCIA PRENDE ENVOLVIDOS EM CRIMES CONTRA CRIANÇAS EM AFUÁ

Uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar resultou na prisão de dois homens envolvidos em crimes sexuais contra crianças no município de Afuá, na ilha do Marajó. Em um dos casos, foi preciso o apoio do Conselho Tutelar, Ministério Público e Poder Judiciário, para resgatar uma menina de cinco anos, vítima de abandono, maus tratos e violência sexual. O acusado é o padrasto, Jocimar Martins da Silva, 41 anos, que foi preso em flagrante. O outro caso tem como preso Adelson Batista Pureza, 37 anos, acusado de estuprar uma menina de 10 anos, em 2013. Ele está com mandado de prisão decretado pela Justiça.
 No caso da prisão de Jocimar da Silva, uma denúncia encaminhada de× Brasília, por meio do serviço Disque 100, e recebida pelo× Tutelar em Afuá, levou os policiais até o endereço do acusado, na noite de segunda-feira, 27. Definido como abandono de incapaz, o fato foi comunicado imediatamente pelo× Tutelar ao delegado Társio Martins, titular da Delegacia de Afuá, que encaminhou uma guarnição ao local citado na denúncia. No imóvel, os policiais encontraram uma criança em situação deplorável. “A vítima estava sozinha na casa, trancada e com fome. Ela apresentava marcas de lesão recente nos joelhos. A menina foi levada para o Conselho Tutelar de Afuá e em seguida apresentada no× Judiciário do município, onde foi acolhida e alimentada”, explica o delegado.
 A criança foi submetida a exames de corpo de delito para verificar se as lesões foram decorrentes de possíveis maus tratos e de violência sexual. Utilizando a técnica conhecida como× Depoimento sem Dano, a criança foi ouvida com acompanhamento especializado, na presença da juíza, Rafaela Mendes; do promotor do Ministério Público Estadual, Edson Cardoso, e do advogado de Jocimar da Silva. A menina relatou às autoridades os maus tratos que sofreu em casa. Diante das provas, o padrasto teve a prisão preventiva decretada. “As investigações prosseguem para colher mais provas”, ressalta o delegado.
 Também em Afuá, a polícia prendeu× Pureza, que respondia, em liberdade, por estupro de vulnerável ocorrido em 2013, e foi preso logo após sair de uma audiência no× Municipal por solicitação da própria× Justiça. A vítima do crime foi uma menina de dez anos, amiga da filha do acusado.

Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário