terça-feira, 5 de novembro de 2013

SINE CADASTRA PESCADORES PARA RECEBIMENTO DO SEGURO-DEFESO

De novembro de 2013 a fevereiro de 2014, a pesca está proibida nas bacias dos rios Tocantins, Amazonas e Marajó, devido ao período de defeso. Com a proibição da pesca, os pescadores precisam se cadastrar para o recebimento de uma assistência financeira temporária. Para agilizar esse cadastramento, uma ação realizada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em parceria com a Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter), coordenada pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine), já recebeu a documentação de quase 14 mil pescadores pelo Sine, nos primeiros 15 dias da ação, que se estenderá até fevereiro.
“O defeso é o ‘período da piracema’, de reprodução dos peixes, e os pescadores ficam impedidos de trabalhar. Para suprir as necessidades dos pescadores artesanais, o MTE disponibiliza um salário mínimo, durante os quatro meses do defeso. Mas para isso é necessário estar com o cadastro e documentos em dia”, explicou Alexandre Julião, diretor da área de Trabalho e Emprego da Seter e coordenador do Sine.

Continue lendo....

2 comentários:

  1. apesar te termos o defeso para os pescadores .. temos q depender da ignorancia e arrogância de uns funcionários do sine .. onde ate agora 158 pescadores da z49 nao recebeu por q uma funcionaria perdeu as documentações ...falta de responsabilidade . e ainda trata mal os pescadores

    ResponderExcluir
  2. apesar te termos o defeso para os pescadores .. temos q depender da ignorancia e arrogância de uns funcionários do sine .. onde ate agora 158 pescadores da z49 nao recebeu por q uma funcionaria perdeu as documentações ...falta de responsabilidade . e ainda trata mal os pescadores

    ResponderExcluir