sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

SOURE E PORTEL CELEBRAM ANIVERSÁRIO COMO POTÊNCIAS TURÍSTICAS DO MARAJÓ

Considerada como a capital do arquipélago do Marajó, a cidade de Soure completa 158 anos nesta sexta-feira, 20. Um dos principais destinos turísticos do estado, o município reúne belezas naturais em seus 3.512 km² de extensão. Já na próxima terça-feira, 24, é a vez da cidade de Portel comemorar seus 259 anos de emancipação, sendo um dos municípios mais antigos do Pará.
Soure é também conhecida como a “Pérola do Marajó”, título disputado com o município vizinho, Salvaterra. É uma boa pedida para os amantes das praias de água doce e também para aqueles que gostam de apreciar a natureza apresentada nos manguezais e fazendas. Os búfalos são uma das maiores atrações turísticas da cidade, que possui mais de 24 mil habitantes e está localizada na microrregião do Arari.
 “Sou nascida e criada em Soure, e tenho muito orgulho das minhas raízes marajoaras. Esse lugar é envolvente, inesquecível para aqueles que conhecem o encanto de nossas praias e cultura. Ninguém imagina chegar ao Norte do país e ter que dividir espaço com búfalos”, rindo, disse a dona de casa, Rosa Maria, 58 anos.
Entre as atrações naturais do local, as praias têm destaque. A do Pesqueiro possui dunas que se espalham por quase toda extensão. Na praia de Araruna, Soure revela seu lado selvagem. O balneário fica próximo a uma área de mangue e atrai inúmeros turistas por sua peculiaridade.
 O búfalo representa a principal fonte das diversas atividades econômicas do município de Soure, a começar pela culinária. Toda a carne, leite e derivados vêm deles. Os animais também são utilizados para trabalhos de tração, em fazendas. Quando são abatidos, seu couro também é aproveitado para a confecção de bolsas, sandálias, cintos, chapéus e outros acessórios. Os chifres podem ser utilizados para artesanato e a cabeça para a festa do Bumba meu Boi ou como ornamento.

 Portel

 O município de Portel, com seus mais de 59 mil habitantes, também apresenta deslumbrante cenário ecológico reunindo furos, belas praias e grande quantidade de ilhas que formam belas paisagens, fazendo da atividade turística uma fonte de recursos para a população local, desenvolvida em grande escala durante os períodos de alta temporada, como no período de férias e nos feriados prolongados.
Para o bacharel em Direito Idinor Ferreira, nascido em Portel, filho de pais nordestinos que vieram para a Amazônia no final da década de 70, “Portel dispõem de uma natureza fantástica, além de um povo caloroso e receptivo. Tenho imenso orgulho da minha cidade e falo muito bem dela por onde vou”, declarou.
 Portel está entre os 52 municípios do estado que receberam, em 2016, recursos destinados a atenção básica de saúde. Foram entregues ambulâncias de dois tipos: para remoção simples (tipo A, no valor unitário de R$ 75 mil) e de alta resolução (tipo B, no valor de R$ 144,5 mil). Esses fundos são resultado de emendas parlamentares de deputados estaduais.

Continue lendo....


Nenhum comentário:

Postar um comentário