sexta-feira, 7 de junho de 2013

OPERAÇÃO FLORESTA CAXIUANÃ COMBATE EXTRAÇÃO ILEGAL DE MADEIRA

O Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, por meio do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (Gflu) e o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), realiza desde o dia 5 deste mês a Operação “Floresta de Caxiuanã”, em parceria com o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama). O objetivo é promover o combate intensivo a crimes ambientais, pirataria, tráfico de drogas, contrabando e prostituição infanto- juvenil. A ação se estende até o final de junho. A Floresta de Caxiuanã fica localizada nos municípios de Portel e Melgaço, no Arquipélago do Marajó.
 Segundo o diretor do Grupamento Fluvial Integrado, delegado Dilermando Dantas Júnior (foto), a Floresta Nacional vem sendo alvo, principalmente, de extração ilegal de madeira. Só neste ano foram apreendidos na região cerca de 2.000 metros cúbicos de toras. “Vamos combater com rigor todos os tipos de ilegalidade praticados naquela área”, frisou o diretor.
 A ação conta com o apoio de diversos equipamentos da Secretaria de Estado de Segurança Publica e Defesa Social (Segup), como um barco a motor, duas embarcações de ação tática (EAT), uma lancha voadeira, duas motos e um helicóptero.
   Para a operação, o Sipam disponibilizará antenas de comunicação via satélite (V SAT), enquanto o Ibama dará suporte, por meio de informações e conhecimentos técnicos, sobre o tipo e as características das madeiras que estão sendo extraídas de forma ilegal, além do apoio com guias florestais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário