quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

CONSUELO CASTRO NÃO CUMPRE ACORDO E AMAM CONTINUA SEM RUMO

A Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó – AMAM, em seus 20 anos de fundação nunca viveu uma situação tão complicada como a que está passando desde que Consuelo Castro, prefeita de Ponta de Pedras, assumiu a presidência da entidade.
No biênio 2013/2014, Consuelo Castro teve como vice o prefeito de Portel, Paulo Ferreira, mas ao concorrer a um segundo mandato, trouxe para a vice-presidência o prefeito de Bagre, Cledson Rodrigues, o Gordo, lhe prometendo que até o fim de 2015 renunciaria e permitiria que Gordo conduzisse o difícil processo de resgate da credibilidade da entidade.
Para se ter uma ideia, na gestão de Consuelo Castro à frente da AMAM, sete municípios ( Portel, Chaves, São Sebastião da Boa Vista, Muana, Soure, Santa Cruz do Arari e Cachoeira do Arari)  se desfilaram por não concordarem com os desmandos e utilização indevida dos recursos financeiros em benefício da própria presidente e seus apadrinhados,  Mas tudo indica que a presidente da AMAM, apegada ao glamour que a entidade lhe proporciona , não quer  cumprir o acordo feito na eleição interna.
Gordo, por sua vez, percorre os municípios marajoaras tentando trazer de volta as filiações perdidas pela atual gestão para que enfim possa garantir que a entidade representativa dos municípios marajoaras se torne verdadeiramente viável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário