quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

GOVERNO E PREFEITURA DE BREVES ASSINAM ACORDO PARA EXPANDIR O NAVEGAPARÁ

Extraído do facebook do Dep. Luth Rebelo


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) e da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação (Prodepa), assinou acordo de cooperação técnica com a Prefeitura de Breves para expandir o Navegapará no Estado. O acordo, divulgado nesta quarta-feira (6), no Diário Oficial, prevê a implantação de uma moderna rede de comunicação de dados que usá a infraestrutura de telecomunicações do programa para permitir o acesso à internet em unidades de saúde, instituições públicas de ensino e demais órgãos do governo municipal e estadual localizados em Breves.
O projeto conta com a parceria da Universidade Federal do Pará (UFPA), que cederá terreno do campus no município para a instalação das torres de transmissão de dados via rádio e de suas edículas. Em contrapartida, o Governo do Estado fornecerá gratuitamente link de internet de 5 Mbps para a Prefeitura de Breves e instalará um Ponto de Acesso Livre em local público para a promoção de inclusão digital à população do município por meio de internet sem fio.
“A aproximação com a UFPA faz parte da estratégia de governo em diversificar parcerias com diversas instituições públicas e privadas, construindo progressivamente um consórcio sinérgico de investimentos em prol da expansão da rede do Navegapará, seja por meio de transmissão de rádio, que é o caso de Breves, seja de fibra ótica, como está ocorrendo em direção ao nordeste paraense, com benefícios comuns a todos os entes participantes e, sobretudo, à sociedade paraense, com a ampliação da acessibilidade à internet. O ano de 2016 será marcado, fortemente, por essa ação de expansão e colhidos os seus resultados”, afirma o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello.
Atualmente, Sectet e Prodepa trabalham nos detalhes jurídicos e financeiros para a contratação, por meio de licitação, de empresas de engenharia para executar a instalação das torres e a construção de suas edículas. A previsão é a que até o fim do primeiro semestre deste ano a infraestrutura já esteja finalizada.

Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário