terça-feira, 19 de março de 2013

DEP. FEDERAL ZÉ GERALDO (PT) E DEP. ESTADUAL AIRTON FALEIRO (PT) VISITAM GURUPÁ

Extraído do blog do Dailton Palheta

Os deputados foram recebidos pelo prefeito Raimundo Nogueira e seu vice Mané Chico
Não é nenhuma crise, mas, todos sabem que Gurupá atravessa momentos de turbulências no setor administrativo, a exemplo da maioria dos municípios do Pará. A visita do Dep. estadual Airton Faleiro e do Dep. federal Zé Geraldo, ambos do PT, ocorrida na última sexta-feira (15), pode ter acontecido em uma boa hora. Durante a estada dos parlamentares, várias reivindicações foram apresentadas por lideranças políticas e comunitárias. Em uma reunião no gabinete municipal, o prefeito Raimundo Nogueira detalhou as dificuldades encontradas ao assumir o comando do município, dentre as principais, a queda no valor do repasse do FUNDEB(Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação Básica), estimando uma redução de mais de 5 milhões para este ano. Outro assunto foi a celeridade ao processo de funcionamento da agência do Banco do Brasil, momento aguardado com grande expectativa pela população gurupaense, que ultimamente, vem sendo sacrificada pela deficiência no atendimento bancário, inclusive, havendo casos de pessoas que tiveram que aguardar por até uma semana, até conseguir efetuar um simples saque no caixa. Outro assunto tratado foi com relação ao IPMG(Instituto de Previdência do Município de Gurupá), que segundo o prefeito, foi recebido com um saldo de R$-1.900.000,00(um milhão e novecentos mil reais), sendo que foram descontados nos contracheques dos funcionários R$-400.000,00(quatrocentos mil reais) ao mês, isso por um período aproximadamente de 8 meses. Ainda no gabinete, o vice-prefeito Mané Chico, chamou a atenção para a estagnação do setor agrícola, onde muitos agricultores optaram por ingressar no serviço público, fazendo com que a produção enfraqueça cada vez mais.

Continue lendo...

Um comentário:

  1. Chega a ser impressionante a criatividade dos políticos do PT (e também do PMDB e do PP) para surrupiar o dinheiro até dos mais humildes cidadãos. Uma pessoa que precisa de empréstimo consignado só o faz porque o salário mensal não está dando para as despesas. Mas como o usuário desconfiaria que em seu contracheque estavam sendo descontados mais R& 1,50 para uma quadrilha ? Como são dezenas de milhares de funcionários que contratam crédito consignado, o total roubado mensalmente vira uma fortuna ! Os políticos do PT , desde 2003, vêm empregando, em todos os tempos e modos, o verbo roubar.

    ResponderExcluir