sexta-feira, 15 de março de 2013

EMATER INCENTIVA RESGATE DA PRODUÇÃO DE PANEIROS EM PORTEL

No intuito de resgatar uma tradição centenária a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) está incentivando as famílias ribeirinhas da comunidade Santa Terezinha no Rio Acutipereira, em Portel, Ilha do Marajó, prosseguirem com a fabricação artesanal de paneiros. A técnica, repassada de pai para filho, agora só é praticada por duas mulheres da localidade.
 A fabricação das cestas é uma fonte geradora de renda, além de ser o único produto de armazenamento do açaí na comunidade, que é a maior produtora do fruto no município. A idéia é promover oficinas onde serão repassadas as técnicas de fabricação do paneiro, aproveitando principalmente o cipó de arumã, arbusto nativo da região.
 Outra preocupação da Emater com relação à comunidade é o manejo dos açaizais. Nas áreas de produção nativa a equipe técnica busca aumentar a produtividade do fruto em até 30% somente com a aplicação das técnicas adequadas de manejo. As famílias também recebem informações acerca das exigências da vigilância sanitária para com a colheita do fruto.
 A preocupação com a coleta do açaí se dá não apenas para atender as necessidades sanitárias, mas também por conta da perda do fruto, colhido de forma inadequada. Segundo Jocemar Mendes, técnico em agropecuária da Emater, hoje a comunidade produz 13 mil latas do fruto por hectare e apenas uma vez por ano, realidade que já está mudando em algumas áreas, como a que pertence ao produtor Ezequiel Moreno, onde está sendo trabalhada a indução floral das plantas para garantir colheita do açaí também na entressafra. “A possibilidade de colher o fruto duas vezes por ano vai garantir um aumento da renda para essas famílias e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida da comunidade”, disse o técnico.

Fonte: Ag. Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário