quinta-feira, 13 de abril de 2017

MUANÁ: PRESOS IRMÃOS ACUSADOS DE ESTUPRAR AS FILHAS

Os irmãos Isaías Miranda e Ivaldo Miranda foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva, em Muaná, na ilha do Marajó, acusados de estuprar as próprias filhas de 9 e 14 anos de idade. As prisões foram realizadas ontem com apoio da Superintendência da Região do Marajó Oriental, sediada em Soure, durante a operação denominada "Hades".
 Conforme o delegado Rodrigo Amorim, titular da Superintendência, as ordens de prisão foram expedidas pela Justiça com base nas provas coletadas durante inquérito policial instaurado para apurar denúncias de que duas menores de idade haviam sido violentadas sexualmente. Com a decretação dos mandados judiciais, os policiais civis seguiram até a localidade conhecida como Ilha de Jararaca, na zona rural de Muaná, onde moram os acusados e vítimas.
 "As investigações apontaram que eles mantinham relações sexuais com as próprias filhas. Há a possibilidade de que uma das vítimas tenha engravidado", detalha o delegado. Durante a operação policial, conselheiros tutelares de Muaná acompanharam a ação policial e prestaram auxílio às vítimas por causa da situação de risco na qual se encontravam.
Elas foram encaminhadas para a cidade para receber acompanhamento psicológico. Os acusados foram conduzidos para a Delegacia para responder pelo crime. Ainda, segundo o delegado Rodrigo Amorim, a operação foi resultado da união de forças para combater o abuso sexual infantil e a exploração sexual infantil no arquipélago do Marajó.

Fonte: DOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário