segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

FAMÍLIAS DE MUANÁ RECEBEM RECURSOS DO PRONAF PARA A PRODUÇÃO DE AÇAÍ

Trinta e nove famílias de agricultores familiares das comunidades Atata e Nazaré, na zona rural de Muaná, Marajó, receberam recursos, da ordem de R$ 776 mil, do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), para investimento na cadeia produtiva do açaí, principal atividade econômica local. Os projetos foram elaborados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), pelo Banco da Amazônia. Até o fim deste mês, mais 65 famílias serão contempladas, com recursos que totalizam R$ 1.955 milhão.
A expectativa é de aumentar em pelo menos 50% a produção de açaí já no próximo ano. Segundo o técnico em agropecuária Canindé Moura, coordenador do escritório da Emater em Muaná, os agricultores culturalmente só extraíam palmito e deixavam em segundo plano o açaí. “Fizemos um trabalho mostrando a rentabilidade da cadeia produtiva do fruto e também a vantagem da atividade na conservação do meio ambiente”, diz.
Cada contemplado receberá R$ 25 mil, destinados à manutenção e limpeza do açaizal, introdução de essências florestais (andiroba e ipê) e culturas como cupuaçu, cacau e banana. A benfeitoria é imediata no modo de produzir e, consequentemente, na produção.

Continue lendo...

2 comentários:

  1. Enquanto em São Sebastião da Boa Vista, o escritório da Emater só para fechado e ninguém toma providências o mesmo é inoperante não faz nada no Município!

    ResponderExcluir
  2. Só gostaria de saber uma coisa se os produtores contemplados pelo credito irão ser acompanhados e orientados com Assistência técnica, se isso não acontecer não vai adiantar nada, só quem vai se dar bem é a Yamada e no final das contas produtores inadimplentes!

    ResponderExcluir