sábado, 1 de fevereiro de 2014

REUNIÃO NA ARCON DISCUTE MELHORIAS NO TRANSPORTE PARA PARTE DO MARAJÓ

Reunião da Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon) com representantes do movimento “Acorda Marajó” e empresários dos transportes hidroviários que fazem viagens para o arquipélago, ocorrida na tarde desta sexta-feira (31), discutiu a atual situação dos serviços oferecidos pelas empresas de navegação Arapari e Banav. O encontro, mediado pelo presidente da Arcon, Antônio Neto, debateu também o aumento das tarifas praticadas nas embarcações e a recente decisão judicial que suspendeu o reajuste das passagens para o Marajó.
Integrantes do Acorda Marajó (Arari) reunidos com ARCON e empresários do setor.
 “O objetivo dessa reunião é por fim aos impasses entre o movimento ‘Acorda Marajó’ e as operadoras de navegação, que vêm se intensificando nos últimos dias. Queremos resolver essas questões da melhor maneira possível”, afirmou o titular da Arcon. Durante o encontro, que durou cerca de quatro horas, os integrantes do movimento relataram as dificuldades enfrentadas no transporte para a ilha e entregaram um termo de compromisso para os empresários da navegação.

Continue lendo...

NOTA DO BLOG
É justa a reivindicação do ACORDA MARAJÓ representando quatro municípios do Arari, porém, fica o questionamento sobre a outra parte do transporte intermodal, a terrestre.
Sabemos que este movimento é orquestrado por militantes do Partido dos Trabalhadores, partido este que está no comando de duas cidades atendidas pelo transporte via Camará:
Soure e Santa Cruz.
O que não conseguimos visualizar é a intenção de se melhorar as condições de vans e ônibus que fazem a segunda parte do transporte.
Torço para que os prefeitos destes quatro municípios se unam para resolver esta demanda, ou, lutar apenas por redução de preço de passagem nas balsas e navios, não surtirá resultado para a melhoria do transporte para aquela região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário