quinta-feira, 3 de junho de 2010

POETA BOAVISTENSE

MARAJÓ EU TE QUERO VERDE
Marajó, tu és
O Arquipélago maior do mundo
E te estendes, em beleza
Dos lagos, lagoas, igarapés
Há rios de esperança...
Tens em teu território
Uma parte coberta
Por matas verdes
E outras por campos enormes
Fruto das devastações
E neles encontramos criações:
Búfalos, gado bovino e suínos
Jacarés, onças, capivaras
No verão revoam garças
Marrecos, mergulhões, pato do mato
Tuiuiús, guarás e gaivotas
No seio da mata verde
Enormes açaizais
Nos dão o fruto pretinho
Mais cobiçado do Pará
E o palmito, que tem sido
Divulgado na França,
Estados Unidos, Canadá
Pelas miltinacionais
E estados do sul
São paulo, Paraná e outros mais...
Aqui vai o meu apelo
A todos os marajoaras
Preservem as nossas matas
O sagüi e o beija-flor
Os animais da floresta
Tratem-os com muito amor
Vamos amar o verde
O esplendor da natureza
Para dizermos juntos
Saudando a nossa terra
-Marajó, eu te quero verde.
(Ubiracy -Poeta Boavistense)

Nenhum comentário:

Postar um comentário