sexta-feira, 12 de abril de 2013

SETRAN VAI REESTRUTURAR AEROPORTOS EM 24 MUNICÍPIOS

Muaná será um dos municípios que ganhará novo aeródromos
O Governo do Estado vai investir R$ 60 milhões em obras de infraestrutura para melhoria do transporte aeroviário no Pará. Até o final de 2014 está prevista a construção de aeroportos em 11 municípios, e também a execução de serviços que incluem a preparação de pistas de pouso e decolagem, áreas de manobra para aeronaves e estações de passageiros em 24 localidades de diferentes regiões. a Secretaria de Transportes do Estado (Setran), responsável pelas obras, também vai recuperar a estrutura dos aeródromos já existentes em 13 municípios. A licitação para elaboração dos projetos executivos já foi aberta, e a previsão é que as obras comecem já no inicio do segundo semestre deste ano.
 “Fizemos estudos para atender principalmente as populações que estão em áreas que dependem basicamente do transporte hidroviário, que dificulta, por exemplo, o deslocamento de pessoas que precisam de atendimento medico com urgência”, destacou o titular da Setran, Eduardo Carneiro. Os 11 novos aeródromos serão implantados nos municípios de Cumaru do Norte, Floresta do Araguaia, São Geraldo do Araguaia, Curuá, Bom Jesus do Tocantins, Oeiras do Pará, Senador José Porfírio, Bagre, Muaná, São Sebastião da Boa Vista e Anajás. 

Anajás também foi contemplada
 Em outros 13 municípios já existem aeródromos, porém as estruturas são precárias. “Alguns aeroportos foram abandonados e se encontram em péssimo estado. Nesses loais não é possível mais pousar e decolar”. informou Carneiro. O Governo do Estado vai reformar as pistas que somam cerca de mil metros e construir estações para acomodar os usuários das aeronaves. Serão recuperados os aeroportos de Santa Maria das Barreiras, Tomé-Açú, Cametá, Anapu, Medicilândia, Pacajá, Afuá, Cachoeira do Ararí, Chaves, Curralinho, Ponta de Pedras, Portel e Santa Cruz do Araríi Atualmente o Pará possui 65 aeródromos públicos, incluindo o Aeroporto de internacional de Belém.

Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário