segunda-feira, 19 de novembro de 2012

TERRA GRANDE-PRACUÚBA INICIA TRABALHO EM TURISMO DE BASE COMUNITÁRIA

A Reserva Extrativista (Resex) Terra Grande-Pracuúba, administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), iniciou, por meio de uma parceria com o Instituto Peabiru, os trabalhos de diagnóstico das potencialidades de turismo comunitário na unidade de conservação (UC). A iniciativa teve como objetivo traçar novas alternativas de renda, capacitação e desenvolvimento da organização social da Resex e do entorno.
 O trabalho foi realizado pela gestora da reserva, Aline Simões e pela colaboradora Ana Gabriela Fontoura, que entre os dias três e 12 de novembro visitaram as comunidades de Turé, Umarizal, São Sebastião, São Joaquim, Timbotuba e Mucutá. A partir da visita, a ideia do diagnóstico surgiu como uma forma de trabalhar o turismo de base comunitária (TBC) para auxiliar e dinamizar a economia local, possibilitando uma nova opção para o desenvolvimento social das comunidades. O diagnóstico vai auxiliar na busca de mais cursos e melhorias nas condições de organização social e infraestrutura da Resex, trazendo a participação da comunidade no planejamento, na construção e na administração das atividades.
 “O turismo de base comunitária, pra gente, é mais uma opção de trabalhar a comunidade, levantar a autoestima e trabalhar na valorização cultural, trazendo as belezas e possibilidades dessa região do Marajó”, explica Aline Simões, chefe da unidade de conservação. Segundo ela, a Resex irá trabalhar com as capacitações, que abrangem as práticas na alimentação, reciclagem do lixo, comunicação interna, organização social, associativismo e cooperativismo, além de todas as vertentes de produção, que já estão em sintonia com o trabalho planejado para a UC.

Continue lendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário